Skip to main content
Capa
Nº 1899 | 25 Agosto 2017
Suplementos
Notícias
Perspetiva
Altice quer banco online em Portugal
Altice quer banco online em Portugal
A Altice está em contato com o BCE para lançar uma instituição de crédito online que terá uma sucursal no nosso País. O Banco de Portugal foi contactado.
Protagonista
“Espero que, no futuro, seja possível fazer  um projeto conjunto  da esquerda, no Porto”
“Espero que, no futuro, seja possível fazer um projeto conjunto da esquerda, no Porto”
Fazer regressar as pessoas ao centro histórico para habitações municipais com rendas aceitáveis é um dos principais projetos da proposta socialista para a câmara do Porto.
Economia & Política
“A Ordem dos Contabilistas deve saber bater o pé à Autoridade Tributária”
“A Ordem dos Contabilistas deve saber bater o pé à Autoridade Tributária”
José Araújo vai apresentar-se às eleições da Ordem dos Contabilistas Certificados, no final do ano. Defende uma Ordem mais transparente, melhor gerida e que assegure as boas práticas na profissão.
BE pede ao Governo para salvar empresa histórica de Tomar
BE pede ao Governo para salvar empresa histórica de Tomar
Deputados questionaram Ministério da Economia sobre eventual apoio a um plano de recuperação da Prado Karton. Prazo legal de resposta termina hoje.
Empresas
Efisa e Banif BI perdem  5 milhões no semestre
Efisa e Banif BI perdem 5 milhões no semestre
Os dois bancos públicos com processos de venda em suspenso perderam no semestre um total de 5,013 milhões. O Banif BI foi o que mais perdeu.
Generali Portugal incluída no lote de vendas do grupo
Generali Portugal incluída no lote de vendas do grupo
A Generali em Portugal deverá desencadear o processo formal de venda depois de setembro.
Última
Nova lei de combate  à lavagem de dinheiro  é oportuna mas erra pela “ambição desenfreada”
Nova lei de combate à lavagem de dinheiro é oportuna mas erra pela “ambição desenfreada”
Observatório louva “avanço significativo no regime preventivo e repressivo da atividade criminosa, mas receia que o passo dado possa “ser maior que a perna”, dada a “abundância e imprecisão normativa”.