Skip to main content
Ensaio
Notícias
Afeganistão, episódios de uma guerra perdida
Os talibãs defrontam-se agora com o desafio de governar, em condições extremamente desfavoráveis, com a necessidade absoluta de responderem à crise humanitária que o país atravessa, agravada pela falta de liquidez e pelas restrições financeiras que lhe são impostas do exterior.
Vem aí o MiCA, mas não chega
“A solução não passa pela custódia de informação nenhuma, nem pela responsabilização à antiga por parte da regulação, mas sim na garantia de execução dos direitos, de acordo com as regras e a lei, pelos próprios reguladores.”
Elogio do irreversível
Uma vida vive-se tornando-se mais irreversível, ganhando mortalidade, tornando-se um acontecimento único e singular. Mas como irreversibilidade criada e escolhida e não como fatalidade. A irreversibilidade deve resultar da própria ordem do viver.
Uma administração pública, pesada e politizada?
“Se os governantes não têm incentivos para mudar, tem de caber à sociedade civil a exigência de informação, para que possa funcionar como um sistema de freios, enriquecida, esclarecida e imune à manipulação da informação”.
Estado da Inovação em Portugal, muita parra…
“Travar a precariedade do emprego ou ligar, de modo mais consequente, o apoio à inovação com a internacionalização das empresas portuguesas, são alguns dos caminhos a trilhar, com mais velocidade. E criar respostas para a questão “Como fazer?” e com que prazo, de modo acelerado e focado no futuro.”
Que futuro para as pensões de reforma?
“Portugal tem um dos níveis de literacia financeira mais baixos da Europa e isso deve ser corrigido, pois permitirá que mais portugueses procurem alternativas ao único sistema existente, preparando adequadamente a sua reforma em várias frentes.”
Ver mais
Aguarde