Skip to main content
Capa
Nº 149 | 06 Dezembro 2019
Edição nº 149
Ver PDF
Disponível para assinantes a partir do dia 13 Dez 2019
Notícias
Atualidade
Greta Thunberg: A polémica menina do clima que o mar trouxe a Lisboa
Greta Thunberg: A polémica menina do clima que o mar trouxe a Lisboa
O maior rosto do ativismo pela ação climática urgente tem feito cara feia aos líderes mundiais. Agora atravessou o Atlântico de barco para chegar a Madrid, onde participa hoje na COP25 e na marcha estudantil pelo clima.
Fintech House: Palácio das necessidades da banca 4.0
Fintech House: Palácio das necessidades da banca 4.0
Lisboa está prestes a entrar no mapa da inovação financeira. O renovado Palácio das Varandas, em pleno coração da capital, vai abrir portas a mais de 30 startups – e não só. Empreendedores, investidores, incumbentes e advogados preparam-se para transformar o edifício do século XIX num “caldeirão digital” e fazer parcerias tecnológicas entre ‘roomies’.
Madjer: O ‘rei’ deixa as areias aos 42 anos
Madjer: O ‘rei’ deixa as areias aos 42 anos
Considerado o melhor de sempre no futebol de praia, Madjer deixa a modalidade com a conquista do terceiro campeonato do mundo. Uma carreia recheada de títulos e mais de mil golos pela seleção nacional.
5 Sentidos
Tissot Amália: Homenagem à “Rainha do Fado”
Tissot Amália: Homenagem à “Rainha do Fado”
O Tissot Amália apresenta o elegante mostrador branco do modelo Carson, especialmente desenvolvido para esta edição, e que o destaca como um relógio sóbrio, clássico e intemporal.
Cartas da Rússia: Quando a História teima em dar-nos lições
Cartas da Rússia: Quando a História teima em dar-nos lições
Quando a obra foi publicada, quatro anos depois, em 1843, Alexander Herzen, chamado o pai do socialismo russo, considerou este o “livro mais inteligente escrito sobre a Rússia por um estrangeiro”.
Mercedes E 300 de EQ Power:  Um diesel que se liga à corrente
Mercedes E 300 de EQ Power: Um diesel que se liga à corrente
O conforto é imbatível, mas esse é um apanágio deste nível de carro. No entanto, há muita tecnologia a ajudar.
Ensaio
“Envelhecer colectivamente é uma oportunidade”
“Envelhecer colectivamente é uma oportunidade”
Cada vez é mais recorrente falarmos de envelhecimento, quer porque o tema merece mais atenção, quer porque o “ser velho” é uma realidade cada vez mais presente na nossa sociedade.
A idade  sem razão
A idade sem razão
Insistir no uso da idade cronológica, ou a ausência de preocupação com o que representa a desvalorização social de se ser mais velho, é reveladora de uma enorme insensibilidade à mudança social. O resultado é o desperdício de capital humano para as sociedades que envelhecem, as quais contam com pessoas muito diferentes das do passado, e que se pautam pelo conhecimento enquanto dimensão-chave da sua riqueza.