Skip to main content
Capa
Nº 57 | 23 Fevereiro 2018
Notícias
Et Cetera
Karl Marx: 200 anos depois, a esquerda continua a ser marxista?
Karl Marx: 200 anos depois, a esquerda continua a ser marxista?
O bicentenário do pai do marxismo assinala-se no próximo mês de maio e em Portugal a efeméride será assinalada pelo PCP e pelo Bloco de Esquerda, a partir deste fim de semana. A figura de Marx continua a ser venerada pela Esquerda, mas as suas teorias deixaram de figurar nos programas eleitorais e no discurso corrente de comunistas e bloquistas, que aparentam ter-se convertido em marxistas culturais, ou não praticantes. Mas até que ponto as ideias de Marx continuam a ser relevantes e a servir de referencial para a esquerda portuguesa e europeia?
Stresse Hídrico: Como o “Dia Zero” está a afetar a vida nas metrópoles
Stresse Hídrico: Como o “Dia Zero” está a afetar a vida nas metrópoles
A Cidade do Cabo, a primeira grande cidade que está a ficar sem água, é apenas a ponta do icebergue. Especialistas das Nações Unidas e cientistas da NASA apontam para várias cidades do mundo em risco de “stresse hídrico”. A ameaça da desertificação terá impacto em diversas partes do globo.
Tomi Lahren: A jovem republicana mais popular do que Trump
Tomi Lahren: A jovem republicana mais popular do que Trump
Tomi Lahren foi considerada pelo “The New York Times” como “a estrela mediática em ascensão da direita” americana. Polémica, conservadora e antifeminista diz que nunca seria “advogada, ‘cheerleader’ ou apoiante do KKK”.
5 Sentidos
Jamie's Italian: O restaurante italiano do inglês Jamie Oliver em Lisboa
Jamie's Italian: O restaurante italiano do inglês Jamie Oliver em Lisboa
Jamie Oliver dispensa apresentações. O chef britânico, popular pelos programas de culinária na televisão inglesa, pelo uso de alimentos naturais e orgânicos e por lutar para mudar hábitos alimentares nas escolas britânicas, abriu o seu primeiro restaurante em Lisboa.
"Silêncio na Era do Ruído" para ver o mundo mais claramente
"Silêncio na Era do Ruído" para ver o mundo mais claramente
"Em 1990, no dia que se seguiu à minha chegada e à do explorador Børge Ousland ao Pólo Norte, apareceu no céu um avião-espião americano. Provavelmente, os pilotos ficaram tão surpreendidos como nós por encontrarem alguém no Pólo Norte. Num gesto de amabilidade para com dois exploradores polares esfomeados, o avião fez um círculo à nossa roda, e atiraram-nos uma caixa com alimentos antes de prosseguirem viagem. Depois de 58 dias com temperaturas de cerca de -58ºC, a maior parte da gordura e da massa muscular desaparecera do nosso organismo a fim de atingir o pólo. (…) Abrimos a caixa do avião-espião. Era o almoço deles – sanduíches, sumo, arenque fumado – e dispusemo-lo sobre os nossos colchões de campismo e dividimos a comida entre nós.”
"Eles eram muitos cavalos". O som e a fúria de São Paulo
"Eles eram muitos cavalos". O som e a fúria de São Paulo
Findo o livro, fica a dúvida: romance ou contos? No final dos 68 fragmentos, chamemos-lhes assim, a dúvida persiste, mas deixou de ter importância.
Bastardinho de Azeitão 40 anos. O canto do cisne de uma filigrana enológica
Bastardinho de Azeitão 40 anos. O canto do cisne de uma filigrana enológica
As vinhas situavam-se entre a Costa de Caparica e o Lavradio. A pressão urbanística usurpou-nos este património e deixou-nos em legado um amontoado de mamarrachos.