Skip to main content
Autor
Nuno Miguel Silva
nmsilva@jornaleconomico.pt
Notícias
Hotéis reinventam-se para evitar o colapso
A enfrentar o pior desafio de que há memória, o setor nacional da hotelaria todos os dias coloca no mercado propostas inovadoras para os turistas internos, no sentido de minorar uma crise que vai demorar anos a sarar. Enquanto não chegam as medidas financeiras de fundo que o setor tem exigido ao Governo, os empresários desmultiplicam-se em iniciativas para captar clientes e tentar evitar mais desemprego e novas falências: promoções, descontos, pagamento de portagens, campanhas especiais, aposta em experiências novas. Tudo se tem tentado nos últimos tempos.
Grupo Luís Simões entra na corrida ao transporte de vacina
De janeiro a outubro, o grupo já faturou mais de 10 milhões de euros no segmento ‘pharma’, tendo como clientes as multinacionais Procter&Gamble, Reckitt Benkiser e Essity. Um novo cliente está na calha.
René Lalique e a idade do vidro: Meio século de amizade e de arte maior
É voz corrente que não é avisado misturar negócios e amizade. Costuma dar mau resultado, alertam: ou se perde um dos dois ou ambos se esvaem como fumo, deixando um rasto de amargura e recriminações mútuas.
Quinta dos veros Brut nature 2018: A segunda vida de Morais Rocha
José Morais Rocha dedicou grande parte da sua vida profissional ao mundo dos portos e dos terminais de mercadorias, tendo sido administrador de uma das empresas de referência do sector em Portugal, a Liscont, entre outras.
Governo da República mantém tabu sobre futuro da zona franca
O Governo da República aguarda as conclusões do processo de infração aberto por Bruxelas contra o Estado português para decidir se vai permitir que novas empresas se inscrevam na zona franca da Madeira.
Construtoras espanholas ganham mais de 80% das grandes obras públicas
O panorama é desolador e pode agravar-se em breve com os concursos do último troço da linha ferroviária de Évora para fronteira ou do Hospital Lisboa Oriental, em que a Sacyr e FCC estão à frente.
Ver mais
Aguarde