Skip to main content
Mercados
Notícias
Bolsas sorriem perante desaceleração da inflação em março
Lisboa viveu um dia positivo e, entre as principais bolsas europeias, o sentimento também foi de otimismo. Na origem esteve o recuo observado na variação homóloga dos preços.
Lisboa encerra no 'vermelho' e mercados europeus tremem perante tensão no Médio Oriente
Entre as mais importantes bolsas europeias o sentimento foi negativo, em face dos números pouco animadores divulgados pela China, a par da tensão que se adensa entre os países do Médio Oriente. O PSI não escapou às perdas.
Analistas não esperam impacto significativo nos mercados com ataque do Irão a Israel
“As criptomoedas, dos poucos ativos financeiros que negoceiam durante o fim de semana, reagiram em forte baixa”, destaca Paulo Rosa, do Carregosa. Já na análise de Filipe Garcia da IMF destaca-se o facto de esperar que, na abertura dos mercados, “o petróleo, ouro e dólar reforcem os ganhos, mas de forma moderada para já”.
Trimestre arranca em correção
Fecho da semana: O início do segundo trimestre de 2024 fica marcado por uma correção na maioria dos principais índices acionistas.
Mercados junto aos máximos
Fecho da semana: Apesar de os índices acionistas terem iniciado abril em baixa, penalizados pela subida dos rendimentos do tesouro, ainda estão perto dos máximos históricos.
Páscoa anima índice português mas não provoca o mesmo efeito nas suas congéneres
Na Europa, o PSI foi o único índice que regressou aos ganhos nas negociações, enquanto as restantes principais praças europeias tiveram um dia de retoma negativo. Hoje são esperados dados sobre a inflação na Zona Euro que podem animar as bolsas.
Ver mais
Aguarde