Skip to main content
Capa
Nº 7 | 04 Agosto 2017
Notícias
Empresas
“Queremos estar em todos os países  da CPLP”
“Queremos estar em todos os países da CPLP”
A Madeira Multilingual School procura parcerias no continente e quer estar, nos próximos anos, em todos os países lusófonos. Educação multilingue é grande vantagem para os alunos, defende diretora.
Walkme: do Tecnopolo  da Madeira até ao Japão
Walkme: do Tecnopolo da Madeira até ao Japão
Uma brincadeira entre estudantes resultou na criação de uma aplicação para levadas com mais de 80 mil downloads. 100% madeirense, a empresa Walkme Mobile Solutions prepara agora uma app para Espanha.
Grande Entrevista
“Portugal é uma partidocracia e isso vai ter de acabar”
“Portugal é uma partidocracia e isso vai ter de acabar”
Retirado da política, Jardim aproveita para viajar e escrever livros. Mantém-se irónico e não se arrepende do estilo combativo, que diz ter sido necessário para desenvolver a Madeira. O confronto – com Lisboa, com a Justiça “sovietizada” ou com os media – é mais honesto que o falso consenso, diz.
“Costa foi aselha. Fogos e Tancos impedem uma maioria  absoluta do PS”
“Costa foi aselha. Fogos e Tancos impedem uma maioria absoluta do PS”
Costa é “inteligente”, afirma Jardim, mas cometeu erros que lhe custam uma maioria absoluta neste momento. “A sorte dele é ter Passos no PSD”, diz.
Região
Pressão sobre  os ‘offshores’ pode “beneficiar”  a zona franca
Pressão sobre os ‘offshores’ pode “beneficiar” a zona franca
Presidente da SDM pede clareza na criação ‘listas negras’, considerando que o combate à fraude não deve prejudicar o direito à concorrência fiscal.
Madeira ganha  5,5 milhões de euros com regata internacional
Madeira ganha 5,5 milhões de euros com regata internacional
Transquadra tem orçamento global de 1,5 milhões. Regata trouxe à Madeira 405 pessoas e a frota já capta a atenção de marcas internacionais.
Centro de investigação da banana avança  e vai custar 1,5 milhões
Centro de investigação da banana avança e vai custar 1,5 milhões
A concluir até meados do próximo ano, o projeto da Gesba visa aumentar a qualidade e a produção, reposicionando o produto no mercado nacional.