Skip to main content

Economia camufla subida da dívida pública

O endividamento é o calcanhar de Aquiles da economia portuguesa e um tema que continua a dividir o Governo e os críticos. O rácio em relação ao PIB está melhor, mas o valor absoluto continua a crescer. Analistas misturam aplausos com alertas.

O exercício não tem sido fácil para António Costa e para Mário Centeno. Se, por um lado, têm de gabar o que consideram o brilharete da redução do peso da dívida pública na economia este ano, por outro, são obrigados a defenderem-se da realidade que o valor absoluto da dívida não pára de crescer.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes, faça login ou subscreva o Jornal Económico