Skip to main content

Maior remodelação do Governo de Costa não deverá ser a última

Decisões pendentes do Tribunal Constitucional e lista de candidatos ao Parlamento Europeu poderão originar mais alterações no Governo, em janeiro de 2019. Costa vai alterar a estrutura orgânica de dois ministérios para entregar a pasta da Economia a Siza Vieira.

A demissão do ministro da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes, na sexta-feira, 12 de outubro, originou uma remodelação mais extensa no Governo, envolvendo a saída de outros três ministros (e mudanças na estrutura orgânica de dois ministérios). A notícia surgiu na manhã de domingo, 14 de outubro, enquanto se avaliavam os estragos provocados na noite anterior pelo "furacão Leslie". Também a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) foi aprovada na mesma noite, em reunião do Conselho de Ministros. É um turbilhão de acontecimentos que prossegue hoje com a entrega da proposta de OE2019 no Parlamento e a tomada de posse dos novos ministros no Palácio de Belém.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes, faça login ou subscreva o Jornal Económico