Skip to main content

“Estamos perante uma severa opressão da tributação”

Nuno Barroso critica voracidade do sistema fiscal que recai sobre famílias e empresas. E reforça papel de trabalhadores do fisco no caminho da justiça fiscal.

O presidente da APIT faz um balanço “extremamente positivo” do 3º Congresso de Auditores Fiscais e Aduaneiros que se realizou, esta semana, no Porto, num evento que que é apontado como “uma referência mundial”. Nuno Barroso revela que serão entregues às diferentes forças políticas as soluções e respostas que resultaram do debate do evento: O caminho para a justiça fiscal. E deixa, em entrevista, a sua visão sobre algumas das realidades e desafios dos auditores fiscais.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes, faça login ou subscreva o Jornal Económico Digital